Lady Oscar

Uma rosa jamais será um lírio

volume1 volume2 volume3 4a.jpg

França, ano de 1755: o renomado General Jarjeyes, recebe a notícia que teve mais uma filha – seis no total. Receoso que não consiga ter um filho homem para sucedê-lo e perpetuar o nome e prestígio da família, decide que transformará esta menina em um homem. Pelos costumes da época ela deveria ter uma dama de companhia, mas, ao invés disso, recebe um pajem. É treinada desde criança na arte da esgrima, para assim, continuar a carreira militar da família. Aos 14 anos torna-se Comandante da Guarda Real. Paralelamente, França e Áustria realizam um tratado de paz por meio do casamento do príncipe Luis XVI com a princesa Maria Antonieta e, com a vinda dela, Oscar é promovida a Comandante da Guarda Pessoal da princesa. Isso faz com que ela passe a maior parte de seu tempo no Palácio de Versalhes, o lugar onde vive o luxo e a decadência. Ela acompanha de perto o cinismo, as festas caras, a guerra pelos privilégios e as falsas aparências. O senso apurado de justiça de Oscar e André os leva à Revolução Francesa, e, André morre nos braços de Oscar durante a mesma. As últimas palavras de André foram uma promessa de casamento para Oscar, eles viveriam no campo e teriam um lar calmo e normal. Oscar continuou lutando na Revolução Francesa pela memória de André que acreditava na causa, mas também acabou morrendo em batalha.

volume5 volume6 volume7 volume8

Versailles no bara (ベルサイユのばら Berusaiyu no bara), também conhecido como Lady Oscar, The Rose of Versailles e ainda A Rosa de Versalhes em português, é um mangá shōjo de Riyoko Ikeda de 1972, adaptado para uma série anime em 1979.

 

 O anime

Shingo Araki e Michi Himeno fizeram os desenhos dos personagens da obra de Riyoko Ikeda para a versão animada.

O mangá

Riyoko Ikeda (池田 理代子 Ikeda Riyoko), nasceu em 18 de Dezembro de 1947 em Osaka, é uma mangaká japonesa que já escreveu vários mangá shōjo, muitos dos quais baseados em acontecimentos históricos, como a Revolução Francesa ou a Revolução Russa. O seu mangá mais conhecido é A Rosa de Versalhes (ベルサイユのばら Berusaiyu no bara). Uns dos seus mangá mais recentes é uma versão de Der Ring des Nibelungen, publicado em 2001-2002 pela Shueisha em japonês. Entre a sua obra pode-se ainda mencionar Orpheus no mado (“A janela de Orfeu”, 1976-1981 em Margaret), situado na Rússia pré e pós czarista, e Oniisama e… (“Para o meu irmão”, 1973-1975 em Margaret), uma história que envolve temas como drogas, lesbianismo e suicídio. Em 1995, Ikeda decidiu iniciar uma carreira musical como soprano.

Vídeos

ladyoscar1.jpg ladyoscar21.jpg liveaction

Links

LadyOscar.com

Fontes: http://www.cai.org.br/CAI-series/LadyOscar/historia.htm

Anúncios

One response

11 06 2009
Entrevista com Shingo Araki! « DiegoMaryo.wordpress.com

[…] A Rosa de Versalhes (Clique aqui) […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: